HyperDIY, “o 1º serviço de substituição de uma editora discográfica”

reblogado do remixtures

Nunca consigo deixar de me supreender sempre que surge uma empresa com um modelo de negócio que parece ir ainda mais longe do que se pensava que era possível no que diz respeito à desintermediação do circuito produtivo da música. Através do Digital Noise, fiquei a conhecer uma empresa chamada HyperDIY Media criada por dois músicos londrinos, Dwan Firth e Richard Godbehere, que se propõem a fornecer o “primeiro serviço de substituição de uma editora discográfica” do mundo.

Basicamente, eles comprometem-se a tratar de toda uma série de serviços que são normalmente abrangidos num contrato discográfico tradicional: desde a promoção à distribuição de um disco, passando pela mixagem/masterização, produção de vídeos, impressão de CDs, criação de MP3s, etc. Em troca, as bandas ou os músicos apenas têm que desembolsar uma quantia fixa. Assim, os artistas só têm que se preocupar com o essencial: compor, gravar e tocar.

Por enquanto, eles apenas estão a aceitar trabalhos de artistas residentes no Reino Unido e nos Estados Unidos, mas a intenção deles é alargar a companhia a outros territórios. Por 299 libras ou 579 dólares (cerca de 385 euros), eles comprometem-se a tratar da masterização de um máximo de 12 músicas de modo a que o som das faixas esteja ao nível de um disco com qualidade profissional, imprimir o disco num CD-R com capa e tudo, distribuir o CD através da rede de distribuição online e offline da CDBaby, colocá-lo à venda na Amazon UK, distribuir versões digitais dos temas a lojas online como a do iTunes, produzir um press-release profissional, enviar um kit electrónico de media a uma série de profissionais/executivos da indústria discográfica e a jornalistas especializados.

Se isto parece fruta a mais, então fiquem a saber que todas as receitas geradas com o disco vão para os músicos. A HyperDIY apenas se reserva o direito de cobrar 10 por cento das vendas do CD realizadas através da Amazon UK para pagar as depesas de funcionamento. Isto vai contra todas as normas convencionais na indústria discográfica, onde as editoras se propõem a avançar com adiantamentos mas cobram em troca percentagens enormes sobre as receitas derivadas das vendas dos discos. Regra geral, as bandas acabam endividadas para o resto da vida.

De qualquer forma, para quem tem receio de entrar com uma quantia razoável, eles oferecem um pacote básico chamado Appetizer (“Aperitivo”) que dá a oportunidade de experimentar o serviço. Por apenas 99 libras ou 195 dólares (cerca de 130 euros), eles encarregam-se de masterizar uma música, distribuí-la através da loja online do iTunes e da Amazon, produzir um kit electrónico de media e elaborar press-release profissional. Quem quiser ir mais longe pode optar por pacotes mais avançados.

O serviço da HyperDIY é também interessante na medida em que eles aceitam todas as bandas independentemente da sua qualidade. Não se trata de impor filtros mas sim disponibilizar às bandas condições para divulgarem ao público o seu trabalho nas melhores condições possíveis.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em cultura web, musica, notícias, web culture

Uma resposta para “HyperDIY, “o 1º serviço de substituição de uma editora discográfica”

  1. filipe

    Essa iniciativa parece ser a solução pra esse problema de distribuição, sobretudo na parte de comercialização da sua música. É curioso as tentativas de comercialização descentralizadas.

    Mas tem alguns pontos que achei interessante de discutir:

    – Isso não mudaria uma lógica que parece nortear o mercado (pelo menos o independente) de distribuir gratuitamente as músicas na net?

    – O serviço, dependendo da proporção da banda, poderia acarretar dívidas.

    – Se o serviço fosse muito procurado poderia gerar uma escassez na distribuição dos Cds físicos? Já que não teria espaço para expor tantas pessoas de uma só vez.

    abs, machado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s